ORAÇÃO DE PROTEÇÃO A SÃO JOSE

ORAÇÃO DE PROTEÇÃO A SÃO JOSE

Glorioso São José, esposo de Maria, concedei-nos a vossa proteção paternal, nós vos suplicamos pelo Coração de Jesus e pelo Coração Imaculado de Maria.

Ó vós cujo poder se estende a todas as nossas necessidades e sabeis tornar possíveis as coisas impossíveis, abri os vossos olhos de pai sobre os interesses dos vossos filhos.

Nas dificuldades e sofrimentos que nos esmagam, recorremos a vós com confiança; dignai-vos tomar sob o vosso cuidado este assunto importante e difícil, causa da nossa inquietação (mencionar a necessidade).

Fazei com que o seu feliz desenlace seja para a melhor glória de Deus e para o bem dos seus fieis servidores.

Ó vós, amável São José, que nunca ninguém invocou em vão! Vós cujo crédito é tão poderosos junto de Deus que se pode dizer: “No céu, José manda mais do que suplica”, terno pai, rogai por nós a Jesus, rogai por nós a Maria.

Sede nosso advogado junto deste Divino Filho do qual fostes aqui na terra pai nutrício tão atento, tão amável e protetor fiel. Sede nosso advogado junto de Maria da qual fostes esposo amantísimo e tão ternamente amado….

Acrescentai a todas as vossas glórias a de ganhar a causa difícil que vos confiamos.

Nós cremos, sim, nós cremos que podeis satisfazer os nossos desejos livrando-nos das tristezas que nos abatem e das amarguras que assolam a nossa alma; temos, além disso, a confiança firme que nada negligenciareis em favor dos aflitos que vos imploram.

Humildemente prostrados a vossos pés, bom São José, nós vos suplicamos, tende piedade dos nossos gemidos e das nossas lágrimas; cobri-nos com o manto das vossas misericórdias e abençoai-nos.

Ámen.

Março é, pois, dedicado ao Santo Patriarca.

Louvar a Maria é louvar a Jesus; e louvar a São José, é louvar a Jesus e Maria.

A devoção a São José há de crescer sempre mais. Onde se louvem a Jesus e Maria, seja louvado também São José. Ressoem, em honra de tão grande santo, os cânticos do povo católico: “Te cuncti resonent christianorum chori.”

O mês de Maria é o mês das flores; o mês do Rosário é o mês das rosas do Santo Rosário; o mês de Junho, o mês dos frutos da Santidade, o outono de nossa piedade cada ano, e o mês de Março é o mês dos lírios de São José.

ORIGEM DO MÊS DE SÃO JOSÉ.

A devoção a São José por muitos séculos esteve, senão ignorada e desconhecida, pelo menos não teve o merecido brilho, fervor e entusiasmo. Agora, porém, há duas festas litúrgicas em sua honra: a de 19 de Março e a do Patrocínio, na quarta feira depois do segundo domingo da Páscoa.

Há, em todo mundo, um afervoramento na bela devoção. Era justo que também se escolhesse um mês para São José.

Essa prática de celebrar o mês de São José teve origem na Itália e principalmente na cidade Roma. O povo romano sempre consagrou especial devoção a São José e, assim, não se contentava em honrá-lo apenas em sua festa litúrgica. Algumas pessoas mais resolutas resolveram celebrar, unidas, cada dia do mês de março com uma prática especial.

O Santo Padre abençoou e incentivou a propaganda desta devoção. Da Itália, se difundiu ràpidamente, no século XIX, para a França. Depois tornou-se universal, sendo levada pelas missionárias ao Oriente e ao mundo todo.

Dois meses do ano são consagrados à devoção a Maria Santíssima: o mês de Maio e o mês de Outubro (do Santíssimo Rosário). Junho é dedicado à devoção ao Sacratíssimo Coração de Jesus.

Nos últimos tempos, a devoção a São José tomou grande incremento, sobretudo depois que Pio IX entregou ao Santo Patriarca o patrocínio da Igreja universal.

Louvamos a Mãe de Deus, realizando a profecia do “Magnificat”: Beatam me dicent omnes generationes — Todas as gerações me hão de chamar bem-aventurada.

Em Março cumpre-se outro oráculo sagrado: – “Qui custos est Domini sui glorificabitur” — Glorificamos aquele que mereceu ser o guarda do seu Senhor.

A devoção a São José cresce quanto mais também no mundo vai se desenvolvendo e afervorando a devoção à Santíssima Virgem. Nota-se que desde a proclamação do dogma da Imaculada Conceição, a devoção a São José foi se propagando talvez como nunca . “O que Deus uniu, o homem não separe.”

Nosso Senhor quis associar São José aos mistérios da vida do Salvador e o uniu à Maria Imaculada nos laços do matrimônio virginal, para que ambos, com Jesus, formassem a Trindade da terra, à semelhança da Trindade celeste. Há um mês de Maria; deveria também ser honrado, em um mês, o Santíssimo José. É justo haver também o mês do Esposo de Maria e Pai adotivo de Nosso Senhor Jesus Cristo.